Desfiles do RJ prometem emocionar quem for à Marquês de Sapucaí

Escolas de Samba do Grupo Especial prometem colorir e agitar a passarela.
Desfiles do RJ prometem emocionar quem for à Marquês de Sapucaí

Desfiles do RJ prometem emocionar quem for à Marquês de Sapucaí

Desfiles do RJ prometem emocionar quem for à Marquês de Sapucaí


No domingo (7) começam os desfiles das Escolas de Samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro.
Sambódromo da Marquês de Sapucaí – O seu projeto, de autoria do arquiteto Oscar Niemeyer, foi implantado durante o primeiro governo fluminense de Leonel Brizola (1983-1987), visando a dotar a cidade de um equipamento urbano permanente para a exibição do tradicional espetáculo do desfile das escolas de samba.

Inaugurada em 1984, com o nome oficial de “Avenida dos Desfiles”, marcou o início do sistema de desfiles das escolas de samba em duas noites, ao invés de em apenas uma noite, como era costume até então. Posteriormente, seu nome oficial mudou para “Passarela do Samba” e, finalmente, a partir de 18 de fevereiro de 1987, seu nome oficial passou a ser “Passarela Professor Darcy Ribeiro”, numa homenagem ao principal mentor da obra, o antropólogo Darcy Ribeiro. Essa denominação oficial se conserva até hoje.

Popularmente, porém, a obra é mais conhecida como “Sambódromo”, que foi um termo cunhado pelo próprio Darcy Ribeiro a partir da junção de “samba” com o sufixo de origem grega “dromo”, que significa “corrida, lugar para correr”. Sua estrutura, em peças pré-moldadas de concreto, mede cerca de 700 metros de comprimento.

Deixe uma resposta