Manuela diz que ela e Haddad estão preparados para vencer eleição em qualquer cenário
SÃO PAULO – A deputada estadual Manuela D’Ávila, do PCdoB, disse nesta terça-feira que ela e o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, do PT, estão preparados para vencer a eleição presidencial em qualquer cenário.

Em fevereiro, Fachin negou pedido de liminar nesse habeas corpus.
A peça, com sete páginas, contém 3 pedidos ao ministro do Supremo. No primeiro deles, pede que ele reconsidere decisão anterior e conceda um habeas corpus preventivo para impedir a prisão de Lula logo após o julgamento do recurso pelo TRF-4.

Manuela D’Avila, candidate for Brazil’s presidency, speaks during the National Convention of the Communist Party of Brazil (PC do B) in Brasilia, Brazil August 1, 2018. REUTERS/Adriano Machado – RC16AEDE3620
Manuela disse a jornalistas que ocupará a candidatura de vice-presidente seja a chapa encabeçada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ou não.

O PT vai registrar o nome de Lula para a disputa presidencial no dia 15 de agosto, mas o petista deve ser barrado devido à Lei da Ficha Limpa, já que foi condenado em segunda instância por corrupção e lavagem de dinheiro no processo do tríplex do Guarujá.

Considerado como plano B à candidatura Lula, Haddad disse, ao lado de Manuela, que não existe nenhum acordo para ele ser algo mais que vice neste momento.
Na madrugada de segunda-feira, PT e PCdoB anunciaram uma aliança na qual a vaga de vice neste momento seria ocupada por Haddad, para representar Lula.

A presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, no entanto, garantiu que Manuela ocupará a posição de Haddad “tão logo se estabilize juridicamente a situação de Lula”.Manuela diz que ela e Haddad estão preparados para vencer eleição em qualquer cenário.Manuela diz que ela e Haddad estão preparados para vencer eleição em qualquer cenário.

SÃO PAULO (Reuters) – A deputada estadual Manuela D’Ávila, do PCdoB, disse nesta terça-feira que ela e o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, do PT, estão preparados para vencer a eleição presidencial em qualquer cenário.

Manuela D’Avila, candidate for Brazil’s presidency, speaks during the National Convention of the Communist Party of Brazil (PC do B) in Brasilia, Brazil August 1, 2018. REUTERS/Adriano Machado – RC16AEDE3620
Manuela disse a jornalistas que ocupará a candidatura de vice-presidente seja a chapa encabeçada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ou não.

O PT vai registrar o nome de Lula para a disputa presidencial no dia 15 de agosto, mas o petista deve ser barrado devido à Lei da Ficha Limpa, já que foi condenado em segunda instância por corrupção e lavagem de dinheiro no processo do tríplex do Guarujá.

Considerado como plano B à candidatura Lula, Haddad disse, ao lado de Manuela, que não existe nenhum acordo para ele ser algo mais que vice neste momento.

Na madrugada de segunda-feira, PT e PCdoB anunciaram uma aliança na qual a vaga de vice neste momento seria ocupada por Haddad, para representar Lula.

A presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, no entanto, garantiu que Manuela ocupará a posição de Haddad “tão logo se estabilize juridicamente a situação de Lula”.