Vista da cidade do Rio de Janeiro em 1967.À época do estabelecimento do sistema de Capitanias Hereditárias na colônia do Brasil, o território do atual estado do Rio de Janeiro encontrava-se compreendido em trechos da Capitania de São Tomé e da São Vicente.

Não tendo sido colonizada pelos portugueses em virtude da hostilidade dos indígenas tupinambás (tamoios) e goitacás estabelecidos neste litoral, entre 1555 e 1567, a baía de Guanabara foi ocupada por um grupo de colonos franceses, sob o comando de Nicolas Durand de Villegagnon, que aqui pretendiam instalar uma colônia de povoamento, a chamada “França Antártica”.

Visando a evitar esta ocupação e a assegurar a posse do território para a Coroa Portuguesa, em 20 de janeiro de 1565, foi fundada a cidade do Rio de Janeiro, por Estácio de Sá, acompanhado por um grupo de fundadores incluindo também D. Antônio de Mariz. Constituir-se-ia, por conquista, a Capitania Real do Rio de Janeiro.