As Forças Armadas começaram a atuar em diversos pontos do Rio e da Região Metropolitana na sexta-feira. Pelo menos durante a tarde e noite.

Linha Amarela, durante a madrugada deste sábado - Márcio Alves / Agência O Globo  Leia mais: https://oglobo.globo.com/rio/tropas-federais-nao-patrulham-rio-durante-madrugada-policiamento-nao-foi-reforcado-21645800#ixzz4oDrpixMy  stest
Linha Amarela, durante a madrugada deste sábado – Márcio Alves / Agência O Globo
Leia mais: https://oglobo.globo.com/rio/tropas-federais-nao-patrulham-rio-durante-madrugada-policiamento-nao-foi-reforcado-21645800#ixzz4oDrpixMy
stest

Reportagem percorreu diversos pontos da Região Metropolitana

RIO — Segundo O GLOBO as Forças Armadas começaram a atuar em diversos pontos do Rio e da Região Metropolitana na sexta-feira. Pelo menos durante a tarde e noite. A reportagem do GLOBO fez uma ronda durante a madrugada e não encontrou nenhum militar na rua. Os repórteres percorreram as zonas Sul, Norte e Oeste, além da Baixada Fluminense, e a cena se repetia em todos esses locais: não havia qualquer sinal das tropas federais.

A cúpula de Segurança já havia divulgado que as ações, num primeiro momento, seriam de reconhecimento de área e coleta de informações, apesar disso, a sensação de quem circulava pela cidade era de que nada efetivamente mudou.

MADRUGADA COMO OUTRA QUALQUER

Os efetivo da Polícia Militar durante a madrugada parece não ter sido alterado, mesmo após o início da atuação dos agentes federais. O policiamento, aparentemente, não foi reforçado. Na Zona Sul, onde horas antes cariocas fizeram questão de posar para fotos com soldados, o patrulhamento ficou a cargo da PM nas primeiras horas deste sábado — havia carros posicionados em alguns pontos da orla. O panorama era o mesmo em locais como o Centro do Rio, Aterro do Flamengo, Enseada de Botafogo, e na orla do Leme e de Copacabana. Na 12ª DP (Copacabana), por volta das 2h20m, a movimentação era tranquila.

— Ainda é muito cedo para avaliar o que está acontecendo. Essa é uma madrugada de sábado como outra qualquer — disse um policial civil.

O quadro era similar em Ipanema e no Leblon, onde a polícia militar foi vista apenas na beira-mar. De acordo com informações da 14ª DP (Leblon), até pouco antes das 3h, não foi feito qualquer registro. Na Zona Oeste, em bairros como a Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes, a situação não era diferente.

VIAS EXPRESSAS

Nas linhas Amarela e Vermelha, dois dos principais corredores do município do Rio, não havia qualquer ação das Forças Armadas, assim como na Ponte Rio-Niterói e na Avenida Brasil. Nesta última, no trecho entre Irajá e Guadalupe — área próxima ao Complexo do Chapadão — apenas um carro do Batalhão de Policiamento em Vias Expressas (BPVE) realizava o patrulhamento, por volta das 3h. Na 21ª DP (Bonsucesso), às 4h30m, policiais civis afirmaram que não houve registro de ocorrência.

Já no Arco Metropolitano, uma das maiores preocupações das autoridades, a sensação de insegurança começava pela falta de iluminação no trecho de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. No local, somente uma patrulha do 15º BPM (Duque de Caxias) fazia o policiamento, perto do acesso à Rodovia Washington Luís.

– Está tranquilo. Não registramos nenhum tipo de ocorrência por aqui. A falta de iluminação prejudica o nosso trabalho. De dia, é fácil ficar por aqui. Quero ver ficar aqui de noite, nesta escuridão – desafia um policial militar, que preferiu não se identificar.

Nas rodovias Presidente Dutra, entre Jardim América e Nova Iguaçu, e a Rodovia Washington Luís, em Duque de Caxias, a reportagem, além de não encontrar tropas, sequer viu agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no fim desta madrugada.

Em nota, o Comando Militar do Lesta informa que “nesta primeira operação, as ações são de reconhecimento, ambientação do terreno e obtenção de dados que serão úteis para as operações futuras que se façam necessárias. Essas ações não têm horários e nem locais específicos, nem tão pouco requerem permanência continuada”.

http://redealmeidense.com.br/rio-de-janeiro/wp-content/uploads/2017/07/linha-amarela-1024x445.jpghttp://redealmeidense.com.br/rio-de-janeiro/wp-content/uploads/2017/07/linha-amarela-150x150.jpgrjRio de JaneiroAs Forças Armadas começaram a atuar em diversos pontos do Rio e da Região Metropolitana na sexta-feira. Pelo menos durante a tarde e noite. Reportagem percorreu diversos pontos da Região Metropolitana RIO — Segundo O GLOBO as Forças Armadas começaram a atuar em diversos pontos do Rio e da Região Metropolitana...Todas as Notícias do Rio de Janeiro - Brasil