Trump concordou em trabalhar com Kim para a completa desnuclearização da península coreana, se comprometeu a fornecer garantias de segurança ao regime norte-coreano e interromper. Líder norte-coreano visita Pequim após EUA e Seul interromperem exercícios militares

Carro que estaria levando líder norte-coreano, Kim Jong Un, é visto em Pequim
Carro que estaria levando líder norte-coreano, Kim Jong Un, é visto em Pequim 19/06/2018 REUTERS/Thomas Peter

PEQUIM/SEUL (Reuters) – O líder norte-coreano, Kim Jong Un, chegou a Pequim nesta terça-feira, onde provavelmente informará o presidente chinês, Xi Jinping, sobre sua cúpula com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, depois que Washington e Seul concordaram em suspender importantes exercícios militares conjuntos.

Essa é a terceira viagem de Kim à China neste ano e acontece uma semana depois que ele se encontrou com Trump, em Cingapura, para conversas históricas.

Trump concordou em trabalhar com Kim para a completa desnuclearização da península coreana, se comprometeu a fornecer garantias de segurança ao regime norte-coreano e interromper “exercícios de guerra” que Pyongyang e Pequim há muito veem como provocativos.

Em medida incomum, a mídia estatal chinesa anunciou a visita de Kim e disse que o líder ficará dois dias no país. Anteriormente, a China só confirmaria a viagem de Kim depois que ele tivesse voltado à Coreia do Norte.

Reportagem de Ben Blanchard em Pequim e Christine Kim em Seul; Reportagem adicional de Idrees Ali em Washington e Kaori Kaneko em Tóquio

http://redealmeidense.com.br/noticia/wp-content/uploads/2018/06/norte-coreano.jpghttp://redealmeidense.com.br/noticia/wp-content/uploads/2018/06/norte-coreano-150x100.jpgnoticiaUncategorizedTrump concordou em trabalhar com Kim para a completa desnuclearização da península coreana, se comprometeu a fornecer garantias de segurança ao regime norte-coreano e interromper. Líder norte-coreano visita Pequim após EUA e Seul interromperem exercícios militares PEQUIM/SEUL (Reuters) - O líder norte-coreano, Kim Jong Un, chegou a Pequim nesta terça-feira,...Política - Economia - Negócios - Mercado financeiro.