Sobre a reforma da Previdência, Meirelles destacou que não há nenhum ponto específico faltando para a conclusão do projeto, mas ressaltou que o tema demanda

 Henrique Meirelles participa de fórum em São Paulo. 30/9/2016. REUTERS/Paulo Whitaker. Meirelles comemora votação da PEC e não descarta projeto para Previdência em outubro.
Henrique Meirelles participa de fórum em São Paulo. 30/9/2016. REUTERS/Paulo Whitaker.
Meirelles comemora votação da PEC e não descarta projeto para Previdência em outubro.

Meirelles comemora votação da PEC e não descarta projeto para Previdência em outubro

WASHINGTON (Reuters) – O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que o placar da votação da PEC do teto dos gastos em comissão especial da Câmara dos Deputados representa uma indicação positiva do que está por vir em relação à tramitação da matéria e não descartou uma apresentação do projeto de reforma previdenciária ainda este mês.

O texto-base da PEC obteve 23 votos a favor e 7 contra no colegiado, em uma vitória para o governo de Michel Temer. A PEC ainda precisa ser aprovada em dois turnos no plenário da Câmara para depois ser apreciada em rito semelhante no Senado. [nL2N1CC29Z]

“É uma demonstração de que o Congresso está sensível à situação do país e às necessidades de reforma que o país precisa”, disse Meirelles a jornalistas nesta sexta-feira, em Washington.

Agora, a expectativa é que a PEC tenha sua tramitação concluída no Congresso até o fim do ano, afirmou o ministro.

Sobre a reforma da Previdência, Meirelles destacou que não há nenhum ponto específico faltando para a conclusão do projeto, mas ressaltou que o tema demanda discussões amplas. Ele afirmou que a data de divulgação da reforma previdenciária não está definida, mas não descartou que possa ocorrer em outubro.

Mais do que a extensão do tempo de trabalho necessário para aposentadoria, Meirelles afirmou que “o importante é a segurança de que a Previdência Social vai continuar sendo capaz de pagar as suas obrigações”.

Em relação à proposta que ainda será apresentada, o governo vê uma aprovação no primeiro semestre do ano que vem como ideal, mas reconhece que o processo pode demorar um pouco mais, disse o ministro.

Ele apontou que o governo também está se debruçando sobre outras questões consideradas importantes, como simplificações fiscais e discussões sobre terceirização de mão de obra.

Em outra frente, Meirelles chamou a atenção para o programa de investimento em infraestrutura, em relação ao qual disse ter recebido manifestações de interesse de investidores durante sua viagem aos Estados Unidos.

http://redealmeidense.com.br/noticia/wp-content/uploads/2016/10/Henrique-Meirelles-participa-de-fórum-em-São-Paulo.-.jpghttp://redealmeidense.com.br/noticia/wp-content/uploads/2016/10/Henrique-Meirelles-participa-de-fórum-em-São-Paulo.--150x59.jpgnoticiaEconomiacomemora,da,descarta,e,Meirelles,não,PEC,Previdência,projeto,votaçãoSobre a reforma da Previdência, Meirelles destacou que não há nenhum ponto específico faltando para a conclusão do projeto, mas ressaltou que o tema demanda Meirelles comemora votação da PEC e não descarta projeto para Previdência em outubro WASHINGTON (Reuters) - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que o placar...Política - Economia - Negócios - Mercado financeiro.