Com Vettel na pole e Kimi Raikkonen em 2º, Ferrari quebra jejum de nove anos. Tetracampeão largará na primeira colocação do grid pela 47ª vez na carreira. Ferrari conquista dobradinha na Rússia, o que não acontecia desde o GP da França de 2008. Massa sai em 6º.

Sochi, Rússia
Com Vettel na pole e Kimi Raikkonen em 2º, Ferrari quebra jejum de nove anos
Tetracampeão largará na primeira colocação do grid pela 47ª vez na carreira. Ferrari conquista dobradinha na Rússia, o que não acontecia desde o GP da França de 2008. Massa sai em 6º.

Por GloboEsporte.com, Sochi, Rússia

Ferrari confirmou o favoritismo apresentado durante os treinos livres, e assegurou a boa fase: dobradinha na primeira fila do GP da Rússia, com Sebastian Vettel na pole position, a 47ª dele na carreira, e Kimi Raikkonen em segundo. O alemão, líder do campeonato, fez 1m33s194, 0s059 mais rápido que o finlandês companheiro de equipe. Esta será a primeira vez desde o GP da França em 2008 que o time italiano terá os dois pilotos nas duas primeiras posições do grid. A dupla da Mercedes vem na sequência, com Valtteri Bottas em terceiro, superando novamente Lewis Hamilton, o quarto. Felipe Massa largará em sexto, à frente da RBR de Max Verstappen.

COMO FOI?

Q1 / 20 pilotos / 18 minutos
Único piloto russo no grid, Daniil Kvyat foi o responsável por marcar a primeira volta rápida no treino classificatório. Com exceção dos dois pilotos da Ferrari que estavam de pneus macios, o resto do grid foi à pista com supermacios. A dupla da Mercedes ficou na frente, com Bottas em primeiro (1m34s041) e Hamilton em segundo (1m34s409), seguido de Sebastian Vettel (1m34s493) e Kimi Raikkonen (1m34s953). Massa foi o décimo, e o destaque negativo ficou pro conta de Jolyon Palmer, que rodou sozinho após tocar a zebra, acertando o muro.

Eliminados no Q1:
16º – Jolyon Palmer (Renault)
17º – Stoffel Vandoorne (McLaren)
18º – Pascal Wehrlein (Sauber)
19º – Marcus Ericsson (Sauber)
20º – Romain Grosjean (Haas)
Q2 / 15 pilotos / 15 minutos

O Q2 iniciou com todos os carros equipados com pneus supermacios. A ordem dos quatro primeiros se manteve: Bottas, Hamilton, Vettel e Raikkonen. No finalzinho, Massa conseguiu o quinto melhor tempo, superando a RBR da Verstappen. Enquanto Alonso sofria com a McLaren, anotando o 15º tempo, a Force India conseguiu colocar sua dupla de pilotos no Q3, com Sergio Pérez em nono e Esteban Ocon em décimo.

Eliminados no Q2:
11º – Carlos Sainz (STR)
12º – Lance Stroll (Williams)
13º – Daniil Kvyat (STR)
14º – Kevin Magnussen (Haas)
15º – Fernando Alonso (McLaren)
Q3 / 10 pilotos / 12 minutos

O Q3 começou com uma estranha disputa entre Hukenberg e Hamilton, com o alemão tendo que ultrapassar o inglês para conseguir iniciar sua volta rápida. Se no Q1 e no Q2 o domínio foi da Mercedes, na parte decisiva do treino classificatório foi a Ferrari que deu as caras. Com 1m33s194, Vettel marcou a pole position, com Raikkonen em segundo, primeira fila da Ferrari desde o GP da França em 2008. Bottas foi o terceiro, 0s095 atrás do alemão tetracampeão mundial, seguido do companheiro de equipe Lewis Hamilton. Massa superou Verstappen mais uma vez e largará em sexto no GP da Rússia.

Hamilton “brigou” pela posição com Hulkenberg

http://redealmeidense.com.br/f1/wp-content/uploads/2017/04/Sochi-Rússia-1024x683.jpghttp://redealmeidense.com.br/f1/wp-content/uploads/2017/04/Sochi-Rússia-150x150.jpgAutomobilismoUncategorizedCom Vettel na pole e Kimi Raikkonen em 2º, Ferrari quebra jejum de nove anos. Tetracampeão largará na primeira colocação do grid pela 47ª vez na carreira. Ferrari conquista dobradinha na Rússia, o que não acontecia desde o GP da França de 2008. Massa sai em 6º. Por GloboEsporte.com, Sochi,...A Fórmula 1 é a mais popular modalidade de automobilismo do mundo.