Bancos afirmam que estão avaliando ou desenvolvendo adequações para começar a ofertar a linha; entre os grandes, Santander é o único.

Caixa Econômica é a gestora do FGTS; entre março e abril, população fez fila para sacar recursos dos fundos (Foto: Juliana Peixoto/G1)
Caixa Econômica é a gestora do FGTS; entre março e abril, população fez fila para sacar recursos dos fundos (Foto: Juliana Peixoto/G1)

Bancos afirmam que estão avaliando ou desenvolvendo adequações para começar a ofertar a linha; entre os grandes, Santander é o único que lançou um projeto-piloto.

Anunciado em abril pelo governo como nova opção de crédito e uma alternativa para o trabalhador trocar uma dívida cara por outra mais barata, o crédito consignado com o saldo do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) como garantia ainda é promessa e não está sendo oferecido pelos bancos.
O crédito consignado pode ser contratado por servidores públicos, privados e aposentados. Trata-se de umas linhas de crédito com menor risco para os bancos, já que a parcela do empréstimo é descontada na folha de pagamento ou da aposentadoria.

A proposta da nova linha com garantia do FGTS prevê reduzir ainda mais o risco para os bancos – e consequentemente as taxas de juros cobradas dos clientes. Se o trabalhador não pagar, o banco pode reter parte do seu FGTS para quitar o saldo devedor.
Em caso de inadimplência, o banco pode ficar com até 10% do saldo do trabalhador. E, se ele for demitido, o banco tem acesso a 100% da sua multa rescisória, que equivale a 40% do saldo do seu Fundo.

Caixa Econômica é a gestora do FGTS; entre março e abril, população fez fila para sacar recursos dos fundos (Foto: Juliana Peixoto/G1)

http://redealmeidense.com.br/economia/wp-content/uploads/2017/08/caixa-economica-federal-1024x576.jpghttp://redealmeidense.com.br/economia/wp-content/uploads/2017/08/caixa-economica-federal-150x150.jpgecEconomiaBancos afirmam que estão avaliando ou desenvolvendo adequações para começar a ofertar a linha; entre os grandes, Santander é o único. Bancos afirmam que estão avaliando ou desenvolvendo adequações para começar a ofertar a linha; entre os grandes, Santander é o único que lançou um projeto-piloto. Anunciado em abril pelo governo...Análise da produção, distribuição e consumo de bens e serviços