Brasil voltou à “normalidade macroeconômica”, diz Meirelles, ao país continuar crescendo mesmo com problemas de diversas naturezas.

Meirelles diz que mudanças na reforma da Previdência estão quase no limite
O ministro também previu que a economia brasileira irá crescer no último trimestre deste ano 2,7 por cento em relação ao mesmo período de 2016.

SÃO PAULO (Reuters) – O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta terça-feira que o Brasil voltou a ter uma “normalidade macroeconômica” e que o atual governo trabalhou para dar aos agentes econômicos maior previsibilidade e confiança sobre a economia, o que ajuda a melhorar os investimentos.

Sem citar a atual crise política que atingiu o presidente Michel Temer, Meirelles disse ainda que a agenda adotada pelo governo permitiu ao país continuar crescendo mesmo com problemas de diversas naturezas.

(Reportagem de Eduardo Simões)

http://redealmeidense.com.br/economia/wp-content/uploads/2017/05/O-ministro-da-Fazenda-do-Brasil-Henrique-Meirelles-durante-reunião-no-Palácio-do-Planalto-em-Brasília-1024x712.jpghttp://redealmeidense.com.br/economia/wp-content/uploads/2017/05/O-ministro-da-Fazenda-do-Brasil-Henrique-Meirelles-durante-reunião-no-Palácio-do-Planalto-em-Brasília-150x150.jpgecEconomiaBrasil voltou à 'normalidade macroeconômica', diz Meirelles, ao país continuar crescendo mesmo com problemas de diversas naturezas. SÃO PAULO (Reuters) - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta terça-feira que o Brasil voltou a ter uma 'normalidade macroeconômica' e que o atual governo trabalhou para dar aos agentes econômicos...Análise da produção, distribuição e consumo de bens e serviços