Preços ao produtor na China sobem 6,4% em abril, inflação ao consumidor é de 1,2%, mais, pressionados por temores de que a demanda doméstica não será forte o suficiente para absorver a oferta de aço.

Preços ao produtor na China sobem 6,4% em abril, inflação ao consumidor é de 1,2%
Preços ao produtor na China sobem 6,4% em abril, inflação ao consumidor é de 1,2%

PEQUIM (Reuters) – A inflação dos preços ao produtor na China desacelerou pelo segundo mês seguido em abril uma vez que o minério de ferro e o carvão caíram mais, pressionados por temores de que a demanda doméstica não será forte o suficiente para absorver a oferta de aço.

O índice de preços ao produtor avançou 6,4 por cento ante o ano anterior, contra expectativa de economistas de uma alta de 6,9 por cento e desacelerando contra a alta de 7,6 por cento de um mês antes.

Em março, o índice de preços ao produtor da China havia desacelerado pela primeira vez em sete meses com a queda do minério de ferro e do carvão, após subirem com força diante do boom da construção que garantiu o crescimento econômico mais forte da China desde 2015.

Já o índice de preços ao consumidor chinês avançou 1,2 por cento sobre o ano anterior, contra 0,9 por cento em março e acima da expectativa de analistas, informou nesta quarta-feira a Agência Nacional de Estatísticas.

Analistas consultados pela Reuters projetavam que a inflação ao consumidor chegaria a 1,1 por cento, mas permanecendo dentro da zona de conforto do banco central, dando a ele espaço para continuar com um ritmo gradual de aperto da política monetária sem afetar o crescimento econômico.

http://redealmeidense.com.br/economia/wp-content/uploads/2017/05/Muralia-da-China-1024x493.jpghttp://redealmeidense.com.br/economia/wp-content/uploads/2017/05/Muralia-da-China-150x150.jpgecEconomiaPreços ao produtor na China sobem 6,4% em abril, inflação ao consumidor é de 1,2%, mais, pressionados por temores de que a demanda doméstica não será forte o suficiente para absorver a oferta de aço. PEQUIM (Reuters) - A inflação dos preços ao produtor na China desacelerou pelo segundo mês...Análise da produção, distribuição e consumo de bens e serviços