O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), utilizou sua conta oficial no Twitter no início da tarde deste sábado

Maia defende manutenção da meta fiscal sem aumento de gastos
Dida Sampaio/Estadão O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ)

Brasília – O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), utilizou sua conta oficial no Twitter no início da tarde deste sábado para dizer que é contra a alteração da meta fiscal deste ano, de déficit de R$ 139 bilhões. “A minha posição é de que a meta fiscal fique onde está. Não é correto gerar mais R$ 30, 40, 50 bilhões de gastos para a população pagar”, escreveu.

Para o parlamentar fluminense, primeiro na linha sucessória em caso de queda de Temer, se o governo não tem condições de cumprir a meta estabelecida, tem que construir soluções sem aumento de gastos. “Todo mundo tem o seu orçamento e precisa viver dentro do seu orçamento. A União, os Estados e municípios também. Se nós não temos condição de cumprir a meta, que se construa as soluções (sic), mas não aumentando os gastos”, declarou.

Como vem mostrando o Broadcast/Estadão desde a semana passada, o governo já cogita enviar um projeto de lei ao Congresso Nacional para modificar a meta fiscal deste ano, aumentando o déficit previsto. Com a frustração das receitas com os programa de Refis e da repatriação, com dificuldades para aprovar a reoneração da folha de pagamento de alguns setores já para este ano e com a demora na recuperação da economia, o governo teme não conseguir cumprir a previsão de rombo.

http://redealmeidense.com.br/brasil/wp-content/uploads/2017/07/rodrigo-mais-1024x647.jpghttp://redealmeidense.com.br/brasil/wp-content/uploads/2017/07/rodrigo-mais-150x150.jpgBrasilNotíciasO presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), utilizou sua conta oficial no Twitter no início da tarde deste sábado Brasília - O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), utilizou sua conta oficial no Twitter no início da tarde deste sábado para dizer que é contra...Na Rede Almeidense você acompanha o que acontece no Brasil federativo.