Liderança do SPD recomenda apoio do partido a negociações de coalizão na Alemanha. Antes que os dois lados iniciem negociações formais de coalizão, os líderes do SPD precisam convencer os membros do partido

Liderança do SPD recomenda apoio do partido a negociações de coalizão na Alemanha
A nomeação do antigo presidente do Parlamento Europeu para a liderança do SPD levou o partido a conseguir ultrapassar a CDU nas sondagens, o que acontece pela primeira vez em mais de uma década

BERLIM (Reuters) – O líder do Partido Social-Democrata da Alemanha (SPD), Martin Schulz, disse que a liderança de sua legenda concordou de forma unânime, nesta sexta-feira, em recomendar a delegados partidários que deem autorização para o prosseguimento de conversas de coalizão com os conservadores da chanceler Angela Merkel.

Antes que os dois lados iniciem negociações formais de coalizão, os líderes do SPD precisam convencer os membros do partido a dar o sinal verde em um congresso planejado para o dia 21 de janeiro.

“Acho que alcançamos resultados excelentes”, disse Schulz, depois que os conservadores e o SPD concordaram em um plano para negociações formais de coalizão durante conversas exploratórias.

“Nós sociais-democratas, em nosso comitê (de liderança), decidimos de forma unânime recomendar… ao congresso do partido que dê à liderança partidária uma autorização para prosseguir com negociações de coalizão para formar um governo”, disse Schulz.

Reportagem de Paul Carrel