Com 263 votos a 227, placar final confirma estimativas do governo e mostra que, apesar de sustos, Temer ainda tem um certo fôlego para continuar no poder

Câmara barra denúncia e livra Temer de entrar na mira do STF
Câmara barra denúncia e livra Temer de entrar na mira do STF

Eram necessários 172 votos para aprovar o relatório do deputado Paulo Abi-Ackel, que defendia o arquivamento do processo. O placar final ficou assim: 263 votos a favor do relatório, 227 contra, 2 abstenções e 13 ausências.

Com a decisão, o peemedebista fica, por ora, livre do risco de virar réu no Supremo Tribunal Federal (STF). Já a denúncia contra ele fica pode ficar suspensa na Justiça até o fim do mandato, quando Temer perde a prerrogativa de foro e pode ser julgado pela Justiça comum. (Leia: O que acontece com a denúncia contra Temer após rejeição)

No total, 15 partidos (PMDB, PP, PR, PSD, DEM, PTB, PRB, PSC, Pros, SD, PEN, Podemos, PTdoB, PSL e PRP) orientaram o voto sim, enquanto dez partidos (PT, PSDB, PSB, PDT, PCdoB, PPS, PHS, Rede, Psol e PMB) orientaram o não. Apenas o PV liberou a bancada para que cada deputado decida individualmente.

Depois de uma série de manobras da oposição, a votação começou por volta das 18h. Os parlamentares foram chamados nominalmente, de acordo com suas bancadas estaduais e apresentaram seu voto no microfone. Entre os que votaram com Temer, o discurso mais recorrente era de que a manutenção do atual governo seria imprescindível para a estabilidade econômica do país.

http://redealmeidense.com.br/wp-content/uploads/Deputados-1024x654.jpghttp://redealmeidense.com.br/wp-content/uploads/Deputados-150x96.jpgRede AlmeidenseCâmara dos DeputadosCom 263 votos a 227, placar final confirma estimativas do governo e mostra que, apesar de sustos, Temer ainda tem um certo fôlego para continuar no poder Eram necessários 172 votos para aprovar o relatório do deputado Paulo Abi-Ackel, que defendia o arquivamento do processo. O placar final ficou assim:...Notícia de política e informações financeiras.